BCG revela redução no índice de ocupação máxima de leitos de UTI nos estados brasileiros

Em novo levantamento, a consultoria apresenta atualizações sobre o cenário da covid-19 no país 

São Paulo, 30 de julho de 2020 – O índice de brasileiros que residem em estados com ocupação máxima de leitos de UTI caiu para 6% na última semana. No início de julho, a taxa era de aproximadamente 24%. A análise realizada pelo Boston Consulting Group (BCG) aponta uma tendência de melhora nos sistemas de saúde no Brasil, apesar do cenário ainda não ser o mais favorável. O BCG destaca que apesar da redução dos números de hospitais em situação crítica, parcela expressiva da população permanece em estados com altas taxas de ocupação de leitos de UTI: cerca de 35%.

Em relação ao número de novos casos confirmados de coronavírus, o BCG aponta uma variação nos índices de julho: os dados das primeiras semanas do mês apresentaram tendência de redução, mas, em contrapartida, foram reportados aumentos consideráveis de pessoas contaminadas pelo vírus nesta última semana. O número de mortes pela doença, entretanto, tem se mantido estável há algumas semanas.

A análise também aponta a tendência de crescimento de novos casos no interior do país. No início de abril, 76% dos casos de coronavírus estavam concentrados nas capitais. Com taxa de crescimento de 2,2% na última semana, as cidades do interior passaram a concentrar 67% dos casos totais. As capitais, por sua vez, têm taxa de crescimento reduzida:  1,5%. Apesar disso, o BCG aponta que, de forma geral, o aumento de casos tem diminuído gradativamente nas últimas semanas.

As pesquisas para o desenvolvimento de vacinas contra o vírus continuam avançando satisfatoriamente. Os testes conduzidos no Brasil pela Sinovac e Universidade de Oxford em parceria com a AstraZeneca, por exemplo, estão na terceira fase e a expectativa é de que as primeiras doses estejam prontas até dezembro deste ano. Já a produção em larga escala é esperada apenas para o segundo semestre de 2021.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Iniciativas

Conheça nossas frentes

Conectando quem precisa de ajuda com os que podem ajudar. De um lado estão cadastradas as necessidades do sistema de saúde e apoio aos vulneráveis. Do outro, as empresas que podem ajudar com os seus recursos.

Informações da pandemia em tempo real, que permitem acompanhar e simular o avanço da Covid-19 por regiões, cidades e até bairros. Utiliza dados de mobilidade e propagação fornecidos por fontes oficiais.

Um espaço onde você também pode compartilhar informações para ajudar a mapear e conter o avanço da Covid-19 no país.

O Covid Radar é o resultado da coalizão de diversas organizações que estâo contribuindo para minimizar os impactos da COVID-19 no país. Juntos estamos desenvolvendo soluções para apoiar instituições de saúde, empresas públicas e privadas, mídia e sociedade.